Aprendizado é prioridade para 83% dos jovens estagiários

Felipe Shikama
 
Ao contrário da impressão corrente, de que a bolsa-auxílio é o maior atrativo do estágio, levantamento realizado pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) detectou que a maioria dos estudantes (83%) acredita que é a aprendizagem o benefício mais importante que essa modalidade de capacitação prática pode dar à sua futura carreira.

Em segundo lugar, entre as maiores contribuições do estágio para o estudante, ficou a empresa onde o jovem estagia. Isto porque, segundo o CIEE, em 64% dos casos, os estudantes são efetivados ao término do contrato.

A bolsa-auxílio, isto é, a remuneração dada ao estagiário, aparece apenas em terceiro lugar na lista de benefícios oferecidos pela modalidade, com 5% dos casos. Depois desse ponto, os estudantes entrevistados indicaram os benefícios (2%) , seguido pelo horário do estágio (1%). A pesquisa foi feita no mês de março e ouviu 11.642 jovens cadastrados no banco de dados da organização em todo o estado de São Paulo.

Para Renato Cristino Malta, supervisor regional do Ciee, a pesquisa demonstra que cada vez mais os jovens têm reconhecido a verdadeira essência do estágio. “O estagiário tem compreendido cada vez mais a importância desta modalidade de capacitação prática. Eles estão percebendo que o estágio, mais do que a oferta de uma bolsa-auxílio, representa uma excelente oportunidade de aprendizagem e de capacitação prática e é está a melhor forma de ingressar no mercado de trabalho”.

Sobre o papel decisivo da empresa contratante onde o jovem realiza estágio, Malta acrescenta que isto também é valorizado pelo estagiário porque, sem descartar a teoria absorvida nas salas de aula da faculdade, as empresas exigem cada vez mais profissionais experimentados na prática. “O estágio não deve ser visto como uma modalidade que simplesmente vai dar ao estudante determinada renda. O estágio deve ser visto, sobretudo, como um investimento pessoal produtivo para sua carreira profissional”, acrescenta.

Mariana Carvalho, 23 anos, aluna do curso de Direito e estagiária da Câmara Arbitral de Sorocaba, concorda que a oportunidade de aprendizagem, nesta etapa de sua vida acadêmica, é mais importante do que eventual salário. “O estágio é tão importante para a carreira profissional que há muito estudante que aceita estagiar mesmo sem remuneração. Trata-se da profissão que você vai seguir para o resto da sua vida, então é muito importante pensar no futuro, não apenas no agora”, conta.

Sobre o Ciee
Fundado há 45 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE é uma organização não governamental (ONG), filantrópica e sem fins lucrativos. Nessas quatro décadas, já inseriu por meio do estágio quase nove milhões de jovens estudantes no mercado de trabalho, contando com a parceria de 250 mil empresas e órgãos públicos. Mantido pelo empresariado brasileiro, sua atuação se pauta pela legislação específica para o estágio: a Lei 11.788/2008. Em Sorocaba, o CIEE fica na rua Silvio Romero, 275, no Vergueiro.

gráfico

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s