Vereador da situação denuncia “indústria do concurso” em Sorocaba

Felipe Shikama

Nota divulgada pela assessoria do Vereador José Antonio Caldini Crespo (DEM), nesta segunda-feira (8),  aponta a existência de uma “indústria de concursos” na prefeitura de Sorocaba.

Segundo o parlamentar, que pertence à base de sustentação do prefeito Vitor Lippi (PSDB),  o Executivo publica editais anunciando vagas públicas, cobra taxas de inscrição dos milhares de interessados, promove os concursos e depois… não contrata ninguém.

No texto, Crespo considera esse comportamento como “um verdadeiro acinte, um escárnio contra a Cidadania”.

“Quem faz concurso é porque está necessitando de emprego, ou tem o sonho de trabalhar no serviço público; muitas vezes até empresta o dinheiro para pagar a inscrição, sem saber que tudo aquilo se prestará apenas como mais uma fonte de arrecadação para os cofres da Prefeitura”, diz o parlamentar.

Para exemplificar a denúncia, Crespo cita o concurso que a Prefeitura de Sorocaba realizou, em 2008, para o preenchimento de 5 vagas de “gestor administrativo” no quadro de servidores municipais. “Mais de 1.200 pessoas pagaram e se inscreveram e vários se classificaram, mas até hoje, às vésperas do encerramento do prazo de validade do concurso (26/6/10), ninguém foi chamado – e a Prefeitura escreveu, na resposta ao Requerimento, que não pretende chamar”.

Segundo ele, embora a lei permita isso, a Prefeitura deveria demonstrar mais respeito e seriedade para com o cidadão. “Quando publicasse um Edital era porque realmente precisava e pretendia contratar os classificados” afirma Crespo.

 Apadrinhados

Além disso, há uma outra dimensão do problema, segundo o vereador. “Esse cargo de carreira de ‘gestor administrativo’, tem uma súmula de atribuições muito parecida com a de ‘administrador de próprios’, mas este último é cargo de nomeação política, sem concurso, e que hoje tem nada menos do que 30 apaniguados, ou melhor, contratados, todos por sinal recebendo salários bem superiores ao que receberiam os concursados”.

Na lista de “administradores de próprios”, segundo Crespo, há inclusive parentes de conhecidos políticos e até do prefeito Vitor Lippi, o que poderia caracterizar a prática de nepotismo.

O assunto promete repercussão nesta terça-feira (4), em sessão ordinária da Câmara dos vereadores  e também deverá ser objeto de interesse da imprensa local.

Anúncios

6 comentários sobre “Vereador da situação denuncia “indústria do concurso” em Sorocaba

  1. Isso ae, tem que denunciar esta pouca vergonha mesmo. Eu também fui vítima desta imoralidade e ilegalidade administrativa, deste concurso que visou apenas arrecadar dinheiro, e pior do que isto colocar apadrinhados nos cargos que eles queriam. Felipe vc fez alguma reportagem específica sobre este escandalo, em algum jornal local? ou tentou entrevistar o prefeito, para descobir qual desculpa ele vai dar?

    Parabéns pela excelente iniciativa!

    • Olá, Júnior… bom, acabei produzindo um boletim sobre este assunto para a rádio Jovem Pan. Quem comentou a denúncia, em nome da prefeitura, foi a secretária de Recursos Humanos, Silvana Chinelato. Ela negou a “indústria”, visto que a prefeitura não se apropria do dinheiro das inscrições, mas utiliza para o custeio dos exames, entre outras empresas, a Vunesp. Por fim, ela manifestou estranheza diante da denúncia do vereador. Abraços,
      Shikama

      • Olá Felipe… A Secretária de RH disse algo sobre a nomeação dos cargos de gestor administrativo? Eles realmente não prentendem nomear esses aprovados em concurso? Isso vai contra o mais recente entendimento do STJ e é uma atitude imoral por parte da administração pública.

        Abraços
        Junior

      • Caro, este assunto não foi comentado pela secretária. Aguardo a próxima entrevista coletiva para saber do prefeito, qual o posicionamento do Executivo em relação ao assunto e, certamente, publicarei aqui.
        Obrigado,
        Abraços!

  2. Será possível que acontecerá o mesmo com o concurso de 2010? Não é justo com as pessoas… Seja 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 até 2020…Quando será o fim desta “baderna”???

  3. Pra quem não sabe, isso também ocorre em Indaiatuba. O último concurso de 2008 teve muitos aprovados, e ninguém chamado. Nem mesmo o primeiro colocado, e a validade do concurso já expirou. Indaiatuba sofre com uma máfia terrível na máquina pública.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s