Cartão vermelho para o trabalho infantil

Por Felipe Shikama

Este sábado, 12 de junho, é marcado pelo Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. Marcado, e não comemorado, porque lamentavelmente ainda é grande o número de crianças em todo o planeta perdendo a infância – tempo de brincar, apreender e se desenvolver –, vítimas da perversa e brutal exploração da lógica do acumulo de riquezas a qualquer preço.

Em 2008, apenas no Brasil, foram registradas 1.110 ações de fiscalização contra o trabalho infantil, com o afastamento de 5.957 crianças e adolescentes do trabalho. Aproveitando o início da Copa do Mundo na África do Sul, durante a semana, portanto, foi  lançada a campanha “Cartão Vermelho para o trabalho infantil“, estrelada pelo atacante Robinho, tocada pela Organização Internacional do Trabalho, pela Unicef e pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

Usando das metáforas futebolísticas, oportunas neste momento em que todo o país lança os olhos para a Seleção com suas vuvuzelas na não, ressalto que as ações que exterminaramas  3 milhões de crianças que do trabalho precoce no Brasil desde 1996, após a criação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), são apenas o ponta-pé inicial. Afinal, os desafios do país do futebol, mesmo tendo seus avanços reconhecidos pela OIT, ainda são enormes.

A brutalidade da exploração da mao-de-obra de pequenos não é apenas aquela “invisível”, difícil de ser identificada, presente no campo. Nas cidades, inclusive em casas de famílias e classe média, há um número considerável de meninos e meninas trabalhando como empregados domésticos. De acordo com o IBGE, ainda há, no Brasil, cerca de 4,5 milhões de crianças e adolescentes trabalhando e este desafio deve ser enfrentado, denunciado e combatido por toda a sociedade. Pois, como eu não me canso de dizer: crianças e adolescentes são as nossas prioridades absolutas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s