“O importante é se movimentar”, orienta especialista

Felipe Shikama

Julho é tempo de férias para a criançada. Chagada a hora de descansar, acordar mais tarde e, lógico, não ir à escola. Neste período, muitas famílias optam por viajar para os mais variados destinos, mas quando não há tempo para os pais ou o orçamento aperta, o que não faltam são ofertas de opções interessantes baratas – e gratuitas – de lazer, cultura e divertimento para os pequenos.

Em Sorocaba, divrsas atividades gratuitas, como oficinas culturais e esportivas, peças teatrais e programação especial nos parques da cidade são oferecidas com o objetivo de promover o lazer e a socialização entre as crianças, além de afastá-los da inatividade propiciada pela televisão, a internet e os jogos de videogame.  “O importante é estimular a criança a se movimentar. Principalmente em atividades lúdicas porque além de desenvolver a habilidade motora, estimula a interação com outras pessoas”, explica Gerônimo Miguel Cardia, mestre em Educação e especialista em Ginástica Escolar, Psicopedagogia e Pedagogia do Movimento.

Segundo Cardia, por não receber atenção e estímulo dos pais, muitas criancas vêem perdendo o contato com brincadeiras tradicionalmente praticadas nas ruas. “Por causa do trabalho, os pais acabam não tendo tempo de para ensinar e trabalhar os jogos tradicionais como pular corda, pular amarelinha, jogar peteca, pega-pega, queimada, entre outros”, comenta o professor.

Cardia reconhece a preocupação dos pais com a violência e com os perigos do trânsito que também contribuem com o distanciamento das brincadeiras de rua, mas segundo ele, grande parte das “situações lúdicas” pode ser praticada no ambiente familiar. “É preciso brincar com as crianças enquanto elas ainda estão dispostas. Isso cria e fortalece o vínculo de comunicação dos pais com os filhos para a vida toda”, orienta o professor universitário que leciona na Uirapuru Superior.

Atividade e criatividade

Diversos estudos apontam que os pais são as principais referências para as crianças. Neste sentido, quando o assunto é a saúde, os hábitos saudáveis, como o de sair do sedentarismo, devem ser exemplificados pelos adultos na prática. “Não adianta o pai dar um brinquedo para o filho e ficar assistindo televisão. É interessante que ele participe, afinal a brincadeira é uma base de convivência importante”, recomenda Cardia.

Além das atividades de “movimento”, o professor sugere que os pais tomem iniciativas de criar situações lúdicas por meio de atividades manuais como, por exemplo, a construção de brinquedos com sucata. “Para garantir a diversão das crianças, principalmente nas férias, não é tão importante o espaço e a disponibilidade de tempo. O mais importante é ter iniciativa e disposição. O fundamental não é o tempo que se passa junto à criança, mas a qualidade oferecida neste tempo”, destaca.

 Acampamentos da região são opção para garotada

Para os pais que trabalham durante o período de férias escolares, e estão dispostos de desembolsar cerca de R$ 430,00 por criança, os acampamentos instalados em chácaras e fazendas da região de Sorocaba são sinônimo de diversão garantida para as crianças.

Com diversas atividades, monitoradas por recreadores, os pequenos podem ficar de sete a quinze dias longe de casa, em contato com a natureza, com prática de tirolesa, escalada, rapel, cavalgada e festas temáticas.

Em Porto Feliz, o Acampofeliz, na Fazenda Santo Antonio a temporada de acampamento de férias já está aberta e é grande a procura por vagas, principalmente por interessados que vivem na capital paulista. Mesmo longe dos filhos, os pais têm a possibilidade de acompanhar o dia-a-dia dos pequenos por meio de vídeos e fotos publicadas na internet. “O monitoramento das crianças é o nosso grande atrativo porque os pais têm preocupação com a segurança e o estado deles. Foi uma forma que nós encontramos de tranquilizar os pais enquanto as crianças se divertem”, explica a diretora da Fazenda, Eliana Marques dos Santos.

Especialista em Psicopedagogia, Gerônimo Cardia acrescenta que os acampamentos, além de estimularem as crianças à prática esportiva, desperta certo grau de independência e promove a interação. “O fundamental é evitar que as crianças fiquem reféns dos computadores, do videogame e da própria televisão. Os acampamentos são excelentes porque, ao contrário desses equipamentos tecnológicos, preenche aspectos importantes como o convívio social com outras pessoas”, assinala.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s