Ritual japonês homenageia antepassados e faz pedido por paz

Felipe Shikama

Cai noite e as “chamas do dragão” se vão ao vento. Sobre as águas do rio, centenas de “tooros” (barquinhos com velas acesas e nome dos falecidos) navegam e, iluminados, levam pedidos por paz em direção ao mar.

Suaves e solenemente, os pequenos barcos, que mais parecem lanternas flutuantes, são a homenagem dos familiares às almas de seus antepassados.

O tooro nagashi (a soltura dos barquinhos da paz), ritual de origem budista e tradicionalmente realizado no anoitecer do dia de Finados do Japão, acontece neste sábado (28) em Sorocaba pela primeira vez. “Às sete horas da noite, nós vamos soltar quatrocentos tooros no Rio Sorocaba”, conta Jorge Yuzi Sakata, idealizador do evento e diretor cultural da Ucens.

Sakata exibe os barquinhos que serão soltos no Rio Sorocaba

O “1º Festival da Paz com Tooro Nagashi contará com culinária típica, apresentações de karaokê, danças e taiko (tambores). “Teremos também no sábado a apresentação especial do Yudi, que é apresentador do Bom Dia & Cia do SBT”, detalha Sakata.

Promovido pela União Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Sorocaba (Ucens) e com apoio da Secretaria de Cultura, o 1º Festival da Paz será realizado no sábado (28), das 14 às 22 horas, e no domingo (29), das 12 às 19 horas, na rua Saliba Motta, 350, no bairro Além Ponte (ao lado da concessionária SAF Fiat). “O evento é gratuito e aberto a toda população. Nossa previsão é a de que passem por lá, durante os dois dias, cerca de 10 mil pessoas”, convida o presidente da Ucens, Carlos Munetachi Hayashida.

Lembrança da guerra

Além da soltura dos barquinhos, outra atração importante do “1º Festival da Paz com Tooro Nagashi, explica Sakata, será a celebração de um culto ecumênico para busca da paz mundial. “Essa festa é voltada à paz porque no mês de agosto de 1945, durante a 2ª Guerra Mundial, as cidades de Hiroshima e Nagasaki foram praticamente destruídas pelas bombas atômicas. Tivemos mais de 250 mil mortes instantâneas, então este evento é justamente para lembrar a tragédia e para que coisas do tipo nunca mais se repita”, argumenta.

Para Carlos Hayashida o tooro nagashi não é apenas um ato simbólico de pedido pela paz, mas um alerta à estupidez humana.

Presidente da Ucens, Hayashida lembra tragédia que matou milhares de japoneses

“Os bombardeios contra as cidades japonesas foram um dos maiores crimes de guerra da história. Então, além de ser uma homenagem justa às vítimas, o Festival da Paz também quer conscientizar não só a colônia (japonesa) e a população de Sorocaba, mas o mundo todo”, destaca. “É um momento para pedirmos paz para nós, para nossa família e também para os políticos, para que deixem de lado essa corrida armamentista”, acrescenta Hayashida.

Semelhante à entrega de flores nos cemitérios, no dia de Finados no Brasil, o tooro nagashi praticado em várias regiões do Japão – a mais improtante na cidade de Nagasaki, entretanto, preocupa o governo japonês por conta da poluição. “Os barquinhos que nós vamos soltar serão recolhidos depois, lá na frente, depois que o rio faz uma pequena curva”, detalha Sakata.

 Entidades beneficentes

Os barquinhos, confeccionados por alunos da escola de japonês da Ucens, já com o nome do homenageado escrito em japonês, podem ser adquiridos no local e custam R$10,00 cada. “A pessoa também pode homenagear alguém que está vivo, mas a tinta, seguindo a tradição, deve ser vermelha, e não preta como é para aquelas que já morreram”, detalha Hayashida.

A exemplo do Festival Beneficente da Colônia Japonesa, realizado recentemente no parque Kasato Maru, a renda das barracas de comida típica japonesa será repassada para 12 entidades beneficentes de Sorocaba. “É um momento propício para as pessoas se divertirem, prestarem homenagem aos seus antepassados, exercerem a cultura da paz e também contribuírem com as entidades, para que elas dêem continuidade ao belo trabalho que já desenvolvem na cidade”, finaliza Sakata.

Informações: (15) 3231-33015 ou (15) 3232-6106.

Anúncios

Um comentário sobre “Ritual japonês homenageia antepassados e faz pedido por paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s