O bafo do povo e a metamorfose ambulante

 Metamorfoses ambulantes

Dez dias após terem aprovado por unanimidade o aumento do salário dos vereadores da próxima legislatura – de 7,8 mil pra 15 mil reais -, a Câmara voltou atrás e, em sessão extraordinária nesta segunda-feira (4) revogou a resolução que concedia o reajuste. Nunca antes na história da Câmara de Sorocaba, a composição de um rock, de Raul Seixas, caiu tão bem como trilha sonora do polêmico e desgastante episódio: “eu prefiro ser essa metamorfose ambulante…”

O bafo do povo

Com as galerias lotadas, os parlamentares voltaram a sentir o bafo da pressão popular. Estudantes, professores, membros de sindicatos, entre outros, acompanharam a primeira sessão do ano que, ao contrário do dia 20 de dezembro – quando a aprovação do aumento foi relâmpago – foi marcada por longos discursos e acirradas discussões que duraram quase duas horas.

De graça, não

Alguns parlamentares não esconderam o desconforto em ver o plenário tomado pela população que, com narizes de palhaços, faixas e vaias, cobravam o imediato cancelamento do reajuste. “Ninguém está aqui de graça”, disparou furioso Tonão Silvano (PMDB), para vaias gerais do público.

Com a palavra

A manifestação de Tonão ocorreu no momento em que saiu em defesa de seu colega Irineu Toledo (PRB) que, mesmo com o direito de se expressar, concedido regimentalmente pelo presidente da Casa, teve suas argumentações inaudíveis devido aos gritos mais acalorados de alguns manifestantes.

Críticas legítimas

O vereador Cláudio do Sorocaba I (PR) também criticou a postura de alguns manifestantes mais exaltados. Ao microfone, Cláudio disse que grande parte dos protestos vinha de candidatos derrotados das últimas eleições. Vale lembrar que o partido de Cláudio apoiou o PT que nas últimas eleições municipais foi derrotado pelo PSDB por quase 80% dos votos válidos. Sendo assim, ele não tem o direito de fazer críticas ao governo do prefeito Vitor Lippi?

Salário zero

O principal motivo para a longa sessão extraordinária foi a apresentação de um projeto subistitutivo de autoria de José Antonio Caldini Crespo (DEM) que pretendia revogar qualquer remuneração para os vereadores eleitos para a próxima legislatura. A proposta do salário zero recebeu parecer de inconstitucionalidade da Comissão de Justiça da Casa, que foi acolhido pela ampla maioria dos vereadores. Além de Crespo, apenas Luis Santos (PMN) sinalizou ser favorável à proposta.

Câmara de lords

O vereador Irineu Toledo (PRB), contudo, contestou a proposta de Crespo e disse que a ideia de salário zero, se aprovada, retrornaria com a chamada Câmara de ords, lembrando da época em que, sem remuneração dos agentes políticos, apenas os aristocratas mais abastados tomavam decisões em nome do povo.

Não topou

Em seguida, Irineu Toledo fez a seguinte sugestão a Crespo, autor do projeto substitutivo: “Gostaria que vossa excelência já desse o exemplo e abrisse mão desde já de seu próprio salário”. Crespo, contudo, não topou: “não vou doar o meu salário porque preciso dele hoje, mas estou propondo o substitutivo. Em dois anos, todos nós estaremos preparados para isso”, afirmou.

De olho

Depois de, finalmente, verem aprovada a revogação do reajuste dos subsídios em 75% ao dos deputados estaduais, populares que estavam na Câmara comemoraram o recuo dos parlamentares, mas disseram que o próximo desafio “é organizar a sociedade para cobrar a revogação dos 20 novos cargos criados no final do ano passado”.

A culpa é do mensageiro

Ao final da tumultuada sessão, o presidente da Câmara, Marinho Marte (PPS) concedeu entrevista coletiva. Questionado sobre eventual desgaste na instituição, por conta do aumento dos salários Visivelmente irritado, Marinho Marte não poupou críticas à imprensa. “Quando um jornalista procede mau, quando há jornalista mau informado, mau intencionado, há um desgaste par toda categoria (dos vereadores). E nós vemos todos os dias nos jornais erros de concordância, comportamentos questionáveis e nós respeitamos. Então, é lógico que há desgaste e nós temos que absorver esse desgaste”, finalizou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s