De cada dez ligações para a PM, seis são trotes

Felipe Shikama

De cada dez ligações para o telefone 190, a emergência da Polícia Militar do Estado de São Paulo, seis são trotes. Em números absolutos, a “brincadeira” de péssimo gosto, que representa desrespeito e falta de cidadania, ultrapassa a lamentável marca de 68 mil ligações por mês.

Além de Sorocaba, o Centro Operacional da Polícia Militar (Copom), que funciona na Zona Oeste da cidade, abrange dez municípios da região e atende mais de 1,2 milhão de pessoas. 

De acordo com a coordenadora do Copom, capitã Eunice Rosa Godinho, a média diária ligações atendidas é de 2.800. “Mas há picos (de ligações) e nós aumentamos o número de atendentes conforme a demanda. Nos sábados, por exemplo, esse número chega a 3.800 ligações. Contudo, 60% dessas chamadas, independentemente do dia e horário, são trotes”, constata.

Crédito: Juliana Moraes

Com o término do recesso escolar, a capitã da PM destaca que o número de trotes feitos a partir de telefones públicos tende a aumentar.

 “Nessa época, de início das aulas, a incidência de trotes aumenta em virtude das crianças que vão para escola. Algumas delas acabam passando de orelhão em orelhão passando trotes para a Polícia Militar e desligando em seguida. Às vezes elas falam palavrões”, afirma Eunice.

Engana-se, contudo, quem pensa que são apenas as crianças, numa atitude aparentemente inocente, que se prestam a oferecer este tipo de desserviço à polícia e, principalmente, à sociedade. “Infelizmente nós também temos adultos que fazem esse tipo de papel. Recentemente nós tivemos um homem que passou mais de 2 mil trotes ao longo do ano”, destaca a coordenadora do Copom.

Falsa ocorrência

Eunice Godinho acrescenta que, mais grave do que ligar para o 190 e, em seguida, desligar o telefone – o que pode comprometer o atendimento imediato de uma ocorrência -, é comunicar uma ocorrência falsa. “Muitas vezes a pessoa liga, passa um local, uma característica do crime, as viaturas vão até o local e, chegando lá, não há nenhum crime”.

Tipificado como crime pelo Código Penal no artigo 340, a comunicação falsa de crime ou contravenção pode resultar em seis meses de detenção. “Infelizmente atrapalha o serviço público. Há um desgaste para os policiais que estão trabalhando e um prejuízo muito grande para a comunidade que eventualmente pode ter o seu atendimento atrasado em virtude dos trotes”, destaca a capitã, que lembra que todas ligações são “binadas” e podem ser rastreadas.

Além dos trotes, a coordenadora do Centro Operacional da Polícia Militar afirma que grande parte da população acaba usando o telefone 190 para questões que não são de competência da Polícia Militar.  “Muitas pessoas ligam porque querem conversar, estão com problemas emocionais. Gostaria de fazer um apelo para que as pessoas usem o 190 apenas para os casos realmente necessários”, revela Eunice.

Casos graves

De acordo com levantamento feito pelo Copom de Sorocaba, 80% dos atendimentos realizados pela Polícia Militar não são de natureza efetivamente criminais. “São atendimentos de desinteligência (desentendimento) entre vizinhos ou casais, perturbação do sossego público, enfim, são casos menos graves, mas que representam grande parte das ocorrências atendidas por nós”, diz.

Ela lembra que a Polícia Militar atua para prevenir a ocorrência de crimes. No entanto, a partir do momento que o delito já aconteceu, a população deve ligar para o 190. “A pessoa que precisar da Polícia Militar eventualmente pode ter seu atendimento atrasado em virtude de outros que estão brincando. Eu deixo esse apelo à população que oriente seus amigos, que oriente seus filhos, para que use o 190 somente quando necessário, para que o nosso efetivo disponível seja otimizado. No momento em que eles não estão atendendo falsas ocorrências ou situações não criminais, eles possam fazer o policiamento preventivo”, conclui.

Use certo os telefones úteis

Polícia 190

– O telefone da Polícia Militar deve ser acionado exclusivamente para delitos como roubo, furto em andamento, agressões e demais emergências policiais.

SAMU 192

– Como detalha a sigla do serviço, o atendimento deve ser solicitado apenas em casos de emergência médica.

Bombeiros 193

– Os Bombeiros devem ser acionados emergencialmente em casos de risco à vida, o patrimônio e o meio ambiente.
 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s