Luz amarela para o crescimento local

Por Felipe Shikama

As declarações do prefeito Vitor Lippi (PSDB) divulgadas nesta segunda-feira (28) em reportagem do jornal Cruzeiro do Sul revelam aspectos que vão muito além da ideia objetiva de que o poder público quer reduzir o ritmo de crescimento.

Para os “desenvolvimentistas”, historicamente acostumados a ver o processo de crescimento econômico de maneira mais simples possível (isto é, aumento de lucro a qualquer preço), a declaração foi recebida com ares reacionários. Algo do tipo, “o cara quer emperrar o progresso!”.

Contudo, a afirmação do prefeito é correta na medida em que convida a cidade – ou melhor, a população que aqui vive – a discutir os rumos do desenvolvimento local. A constatação de “luz amarela” ao crescimento da cidade, admitida por Lippi, nos coloca diante da seguinte pergunta e que deve ser respondida por todos que aqui vivem: que cidade que queremos?

Esta reflexão, consequentemente, nos leva a outras questões como as condições de moradia, de custo de vida, de transporte, de níveis de segurança, de qualidade de emprego e assim por diante.

Finalmente as discussões dos rumos da cidade, do modelo de desenvolvimento, das metas de crescimento e da vocação de sua economia, enfim, parecem sair das rodinhas restritas apenas aos detentores dos meios de produção, que tomam decisões de acordo com as regras (que são quase nenhuma) do mercado. Demorou, mas o dialogo com os habitantes sorocabanos, que são os que diretamente perdem (ou ganham?) com os sintomas do crescimento local, começa a ser estabelecido.

No campo político, Lippi, que sucede uma gestão municipal declaradamente desenvolvimentista, surpreende ao por em xeque o velho discurso hegemônico propagado pelos empresários e difundido por setores da imprensa (que, por natureza, ainda tem fetiche pelo crescimento a rolo compressor) ao anúncio de cada novo investimento: “Vai gerar emprego e arrecadar impostos, logo, é bom para todo mundo!”. Será mesmo?

Escolhas voltadas ao desenvolvimento sustentável devem ser encaradas como prioridade pelo poder público local. Nem sempre foi assim. Vale lembrar que a notícia de instalação da Toyota (maior montadora do mundo) em Sorocaba foi recebida (e difundida) por Lippi como uma espécie de troféu de reconhecimento mundial ao bom índice de desenvolvimento humano do município.

A exaltação do novo Parque Tecnológico, ao entorno (e dependente) da montadora japonesa, conquistou simpatia de grande parte da população que, nas urnas, sacramentou a reeleição do prefeito com esmagadores 80% dos votos válidos.

A ideia de que a Toyota – e tantas outras empresas que assinam protocolos de intensão – escolheu Sorocaba “porque é uma cidade boa para se viver”, porém, é uma constatação equivocada, e que nos leva a conclusão equivocada. Esse erro acontece exatamente no momento em que (manipulados?) estabelecemos a relação causal e descartamos a relação circunstancial.

Todo mundo sabe que a Toyota não é a maior montadora do planeta porque, diferentemente de suas concorrentes, se preocupa com o bom nível de desenvolvimento humano das cidades onde possui plantas de produção.

Ela é a maior porque vende mais carros. E, visando ser ainda maior, a montadora escolheu Sorocaba. Há, para ela, pretensões (e estratégias planejadas) para liderar o mercado na América Latina e esse plano estratégico (com metas bem definidas) previu que Sorocaba apresenta uma grande vantagem geográfica, do ponto de vista logístico. Além disso, tanto o município quanto o governo do Estado de São Paulo provavelmente tenham oferecido a ela, a título de boas vindas, sua parcela de bondade, com isenções e benefícios que, na prática, representam renúncia fiscal.

Ao explicitar que o ritmo (e modo) de crescimento atual é insustentável na linha do tempo, Lippi corajosamente dá elementos para que a cidade supere esse ranço desenvolvimentista que, por um lado (por meio da exploração da força de trabalho e de recursos naturais) acelera o acúmulo de riqueza para poucos e, por outro, reprime demandas sociais e reduz sensivelmente a qualidade de vida de muitos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s